Abrir chat no WhatsApp

eu@cleberalexandre.com.br

|

Fazenda urbana na Guatemala inova em diversificação na permacultura

Por Cleber Alexandre 

2 de junho de 2018

A Caoba Farms começou como sugere a permacultura: primeiro, produza para você mesmo. 14 anos depois a fazenda integra um café, um mercado de produtores, um restaurante, viveiros e criação de animais.

A Caoba Farms foi fundada em 2004 por Alex Kronick, em uma área de 3 hectares em que originalmente se produzia café e rosas. Atento às tendências gastronômicas da região, começou a produzir variedades diferentes e com isso conquistou uma base de clientes composta por restaurantes e hotéis de alta qualidade.

Hoje são mais de 100 variedades orgânicas entregues aos restaurantes e também aos consumidores que vão diretamente à fazenda, em aproximadamente 45 hectares de terras em duas fazendas!

Vídeo institucional da Caoba Farms, em espanhol:

Alex Kronick é o fundador da Caoba Farms, e divulgou vários segredos do seu empreendimento em entrevista ao site The Abundant Edge.

Aqui estão os pontos da entrevista que quero compartilhar com você:

  • Nos primeiros 2 anos, ele trabalhou sozinho na fazenda. Só depois é que começou a contratar funcionários para ajudá-lo. Hoje a operação já foi ampliada para outra fazenda e conta também com trabalho voluntário. Você trabalha 3 horas e ganha uma sacolada de alfaces!
  • A Caoba Farms é autossuficiente em sementes, tendo começado essa prática desde as primeiras plantas. Como sua produção inicial era de alfaces exóticas, produzir as próprias sementes era uma estratégia para reduzir sua dependência de importar os insumos.
  • O coração da fazenda é a produção de composto, utilizando a técnica Bokashi. A diversidade de esterco animal - galinhas, cabras, ovelhas, cachorros, cavalos - aliada à grande quantidade de matéria verde resultante das podas e da atividade da cozinha, são os elementos-chave para a alta produtividade de composto, que é incorporado à terra e torna a fazenda autossuficiente também nesse importante e valioso insumo.
  • A fazenda utiliza agrofloresta integrada à permacultura, mantendo bosques com frutas integrados à mata nativa nas bordas da propriedade. A biodiversidade é, dessa forma, incentivada e protegida, o que gera mais benefícios para a operação comercial.

A fazenda estava desde o começo conectada com as demandas locais

O que mais me chamou a atenção na entrevista é como o Alex começou sua produção. Havia naquela região um aumento do número de restaurantes de alta cozinha, que estavam com dificuldades para encontrar os ingredientes corretos para preparar seus pratos.

A alface romana, por exemplo, não era produzida pelos fazendeiros guatemaltecas locais. Portanto, foi o primeiro cultivo da Caoba Farms. Depois, Alex descobriu que alguns restaurantes italianos estavam com dificuldades para encontrar rúcula e manjericão - e esses foram seu segundo e terceiro produto.

Com a chegada de bares e um aquecimento da vida noturna, adivinhe: faltava menta para preparar mojitos! Aí você já sabe, a menta passou a fazer parte da produção e assim a Caoba cresceu, com uma base estável de clientes desde o começo.

Fica a lição sobre a importância de efetivamente conhecer a demanda local antes de começar as atividades.

Na aquaponia comercial, a grande maioria faz alface e tilápia, que são as culturas mais populares no mundo e aparecem em todo livro, manual e curso de aquaponia. Mas isso não quer dizer que serão sempre os produtos mais desejados pelo mercado local.

Portanto, antes de plantar uma única semente na sua grow bed, faça a pesquisa de mercado!


Mais informações no site e na fanpage da Caoba Farms.

Todas as fotos desse artigo são de autoria do pessoal da Caoba Farms e foram retiradas do seu site.

Obrigado ao Neal Hegarty pelo seu trabalho no The Abundant Edge, um lugar riquíssimo para quem procura saber mais sobre agricultura ecológica.


O que você achou dessa história? Você apoiaria um projeto de agricultura urbana desse jeito na sua cidade? Deixe suas ideias nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eu@cleberalexandre.com.br
Confira a previsão do tempo para Curitiba ❄️
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram