Abrir chat no WhatsApp

eu@cleberalexandre.com.br

|

Os 3 passos iniciais para se tornar autoridade em qualquer área

Por Cleber Alexandre 

18 de junho de 2019

Entender que ninguém vira autoridade da noite pro dia é uma perspectiva útil para manter o empreendedor digital no foco.

Essa pressão de "ter que se tornar uma autoridade" no seu nicho é um negócio que incomoda você?

Você já deve estar careca de ouvir que precisa se tornar uma autoridade no seu nicho de mercado para que consiga vender direito seus produtos e serviços.

Esse não é o único caminho que a sua empresa precisa tomar, é apenas um dos fatores de decisão de compra, dentre inúmeros tantos outros que você pode explorar.

Mas não há dúvidas de que ser reconhecido como um expert ajuda a influenciar o comportamento de compra de uma audiência.

Se é isso que você quer, pode parecer um objetivo distante, ainda mais quando começamos a nos comparar com os experts já estabelecidos no mercado.

Vamos quebrar esse monstro em monstros menores para ficar mais fácil.

Fase 1 - Colunista

Tornar-se uma autoridade tem mais a ver com a forma com que a audiência olha para você, e nem tanto com os estudos que você fez ou os títulos e graduações que acumulou.

Um grande estudioso que não contribui em nada com seu mercado não será percebido como uma autoridade.

Por que ninguém vai saber que ele existe.

Beleza?

Bom. Agora que superamos essa fase, vamos para o primeiro degrau: ser um colunista. Sabe colunista de jornal (ou de blog) que publica uma pequena opinião ou informação toda semana?

Gostou? Cadastre-se para receber mais conteúdo:

Comece como eles, publique uma coisinha qualquer uma vez por semana. Mas que tenha valor, que ajude alguém a fazer alguma coisa.

Lembrando que dados e informações têm pouco valor. Análise, conhecimento e conselhos têm grande valor.

Se o que você escrever tiver valor para um segmento de público, pronto: temos uma audiência e um embrião de autoridade.

Fase 2 - Conselheiro

Se as suas dicas e orientações estiverem de fato ajudando alguém, esse alguém deixará de ver você como um simples colunista ou escritor e passará a vê-lo como conselheiro.

Veja que agora o relacionamento está se aprofundando.

Vocês já trocam olhares mas ainda não andam de mãos dadas.

Se você tem um blog ou publica via redes sociais, poderá utilizar a sessão de comentários para colher respostas da sua audiência, poderá fazer perguntas e assim se aprofundar nas necessidades dela.

Aí de repente você começa a ter ideias de conteúdos que ajudam as pessoas em um nível ainda mais profundo.

E tudo isso até agora foi sem cobrar nada.

Fase 3 - Autoridade

Nesse ponto, você já é visto como referência.

A última palavra.

Ocupar aquele espaço na mente do cliente que ele acessa quando precisa de algo nesse segmento de mercado, esse é o objetivo final do marketing e de tudo isso que fazemos.

Agora vender fica mais fácil, pois você terá a seu favor um dos mais poderosos gatilhos mentais. Use com sabedoria, mantendo sua coerência e integridade com sua audiência, desde o momento em que era um mero colunista.

Muitos experts chegam nesse ponto e perdem a cabeça. Aí começam aquelas ofertas forçadas, fabricação de escassez… A lista é longa mas o tempo é curto.

Faça isso agora

  1. Arrume um lugar para publicar suas ideias
  2. Escolha o formato que mais lhe é natural (artigos, e-mail, vídeos, posts, stories, IGTV)
  3. Dê sua opinião ou orientação sobre UM PEQUENO ASSUNTO por vez
  4. Planeje o próximo conteúdo considerando os feedbacks do anterior
  5. Repita

Tá gostando? Então escreva um comentário! Se não eu não vou parar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eu@cleberalexandre.com.br
Confira a previsão do tempo para Curitiba ❄️
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram